Futebol Saudade

Desde que, há mais de 100 anos, se fez o primeiro campeonato de futebol em Portugal, que a "passerelle", que é a vida desportiva, viu desfilar milhares de clubes.
Uns ainda hoje existem, pujantes e vigorosos até, outros, embora perdendo protagonismo, ainda resistem. Mas muitos ficaram pelo caminho.
Passaram ao futsal, deixaram o desporto, ou fecharam mesmo as portas. É dos que partiram (e não só), que aqui vamos tentar deixar a memória.




domingo, 3 de junho de 2018

Seia, S. Romão e o futebol

Somente em 1945 é que o futebol no distrito se organizou, com a criação da associação distrital.
Entre os eleitos para por de pé este edifício, estava o Sporting de Travancinha, emérita colectividade deste concelho serrano.

Mas não se pense que o futebol chegou aqui tão tarde. Nada de mais errado. São milhentas as notícias que dão conta que por aqui e por ali já se jogava futebol, e em alguns sítios com grande empenho e entusiasmo.
Gouveia frequentou os campeonatos distritais de Viseu, nos longínquos anos vinte.

Mas a história do futebol nacional, conta com a Guarda e a história das suas 92 colectividades, que jogaram, ou jogam, o seu futebol sénior, que é o objecto da nossa pesquisa.

No concelho de Seia, que é na circunstância o alvo da nossa análise, foram 21 os clubes que o jogaram. Infelizmente hoje apenas um está activo, e regressado esta época de 2015/16 ao activo!

Mas analisemos em pormenor o futebol nestas paragens, que podemos claramente dividir em 2 períodos.
Os gloriosos anos 30, com a criação de vários clubes, e depois de 1975, quando o boom do associativismo trouxe muitas colectividades ao futebol, que contudo depressa deixaram.
Destes 21 clubes, o mais antigo é o Grémio de Torroselo, fundado em 1924. Mas a sua vertente futebolística só se manifestará nos anos oitenta, pelo que lógico inferir que nunca foi colectividade do futebol. Terá dado guarida a alguns entusiastas no seu seio, apenas.

Depois surge o pioneiro do futebol por aqui: Seia Futebol Clube. Colectividade fundada em 1933, com muitas vicissitudes na sua vida, retratadas em profusão no jornal de Seia, “A Voz da Serra”.
O clube viu apressado o seu fim, quando em 1962 ficou sem o seu campo de Crestelo, sacrificado à construção duma fábrica têxtil, a Fisel.

Não terá sido por acaso que o seu desaparecimento tenha trazido à competição outros clubes vizinhos. O Sporting de Travancinha, e o novo clube em S. Romão. Aqui, surgia em 1962 o Sporting Clube Comércio e Indústria, cuja premência na criação, os levou a jogar oficialmente com os estatutos do Travancinha, que aquando da chegada ao futebol nacional, o que ocorre em 1966, os faz usar os Estatutos da Academia de Santa Cecília, uma prestimosa escola de música, felizmente ainda activa e vigorosa.

Depois de 1975, o entusiasmo popular, e o desaparecimento dos grilhões que amordaçavam o associativismo (não esqueçamos que reuniões com mais de 3 cidadãos eram subversivas…), fez emergir muitas colectividades que privilegiaram o futebol, esse incomparável fenómeno social, por mais maçãs podres que existam no seu seio.

E estamos agora no ponto final, da razão desta pesquisa.
Saber quem era o Grupo Desportivo A. S. Santos, que frequentou o futebol distrital de 1984 a 1986.
Foram 3 épocas de actividade, com curiosas prestações, deste clube que equipava à Benfica.

Na primeira vez que competiu, fê-lo na 2ª divisão, sem companhia dos conterrâneos da cidade e da vila, vencendo o campeonato sem perder qualquer jogo!

O clube da cidade andava pelos nacionais, pelo que os 2 de S. Romão animavam as coisas quando de defrontavam.
Não contam quase nada os jornais de Seia, e eram dois, mas as memórias de alguns dizem-nos que eram jogos de muita energia. Talvez o facto do novo grupo nunca ter conseguido vencer os seus vizinhos, tenha apressado o seu fim. Talvez outras razões tenham também tido lugar. O facto é que o Grupo Desportivo A.S. Santos fechou portas, e o seu ideólogo passou a ter menos canseiras.
O que fica é o percurso desta colectividade efémera, que fez do campo Nossa Senhora da Conceição o seu recinto de jogos.


85/86
S. Romão – AS Santos
1-1
AS Santos – S. Romão
0-1
                                                
86/87
S. Romão – AS Santos
2-0
AS Santos – S. Romão
1-1

CLASSIFICAÇÃO DAS 2 ÉPOCAS

J
V
E
D
M
S
P
S. Romão
4
2
2
0
5
2
6
AS Santos
4
0
2
2
2
5
2