Futebol Saudade

Desde que, há mais de 100 anos, se fez o primeiro campeonato de futebol em Portugal, que a "passerelle", que é a vida desportiva, viu desfilar milhares de clubes.
Uns ainda hoje existem, pujantes e vigorosos até, outros, embora perdendo protagonismo, ainda resistem, mas muitos ficaram pelo caminho.
Passaram ao futsal, deixaram o desporto, ou fecharam mesmo as portas. É dos que partiram (e não só), que aqui vamos tentar deixar a memória.




quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

a primeira vez - Beja



AF Beja – I Campeonato (1925/26)

J
V
E
D
M
S
P
LUSO (BEJA)
2
2
0
0
7
0
4
DESPERTAR
1
0
0
1
0
3
0
PAX JÚLIA
1
0
0
1
0
4
0
Algures entre 29 de Março e 11 de Abril, devia ter-se jogado o Pax Júlia- Despertar, mas como este havia desistido, embora depois tenha voltado, talvez o jogo se fizesse lá para o Verão…
1925 é a data de criação oficial desta Associação, que vê o mês de Março como o do arranque.


AF de Beja
1925/26
   data      
resultado
jogo
29 Mar
3
0
LUSO
DESPERTAR



PAX JULIA
DESPERTAR
11 Abr
4
0
LUSO
PAX JULIA

O futebol em Beja, a exemplo de outros lados, também surgiu cedo. Uma das suas equipas mais marcantes então, o Luso, teve origem em 1916. A 16 de Junho.
Em 1919, um prestigiado homem do futebol, Joaquim Monte, tentou a criação de uma organização coordenadora das competições, mas não teve sucesso. Esse havia de chegar em 1925. Foi a 30 de Março que finalmente se criou uma associação de Futebol.
É mérito de Brandão Soares e Guilherme de Almeida, dois entusiastas do futebol, a que se juntara Silva Dias, conhecido pela sua capacidade de organização. Surgia a regulamentação que até então não existia. Faltava o campo, indispensável para concorrer aos nacionais, e ser a Associação reconhecida pela Federação. Este, só em 1931, a 1 de Fevereiro haveria de ser uma realidade.

A cidade ressentia-se da inexistência de um campo de jogos adequado ás competições nacionais, já que a Federação exigia recintos vedados, e a cidade não dispunha de tal.
Mas isso não impediu que o futebol tivesse expressão, como o documenta o jornal Ala Esquerda, que cita o desenvolvimento da Taça da Cidade, organização da Câmara Municipal, e cuja taça seria entregue ao clube vencedor 3 vezes. Foi ao Luso que coube tal honra, e meteu até sessão nobre na Autarquia.
Foi em 31 de Janeiro, conforme relata o jornal, foi entregue ao clube o Diploma de Honra, que o proclama “Campeão Futebolista de Beja”, sendo-lhe entregue definitivamente a Taça Artística que constituía o prémio que vinha sendo disputado por todos os clubes da cidade há 3 anos.

Foi então que se organizou o I Campeonato de Beja, que teve o desenvolvimento que se regista abaixo.

A AF convoca uma Assembleia-Geral Extraordinária em Março de 1926 (ver Ala Esquerda de 11 Março), citando-se num dos pontos:
- promover deliberações a tomar, para o apuramento do campeão distrital.

Os jogos usualmente têm lugar ao domingo e 2ª feira (dia de descanso no comércio)

Mas não foi pacífica a disputa desta prova. Surgiu um diferendo entre a AF e o Despertar, com este a desistir do campeonato, mas depressa voltou a ele.
Os respectivos comunicados lá estão no jornal que vimos citando.

Em 15 de Abril o jornal diz a propósito do jogo Luso – Pax Júlia, que aquele venceu por 4 a 0, que o Luso com esta vitória conquista o título de campeão oficial da AFB, e será seu representante no Campeonato de Portugal.

Disso fala o jornal em 13 de Maio, que dá conta da vitória do Luso sobre o campeão de Portalegre, em jogo realizado em Santarém. Diz ainda o jornal que no domingo seguinte à publicação, se jogaria em Lisboa o encontro entre o Luso e o campeão do Algarve, o Olhanense.

Falta acrescentar o palco desta actividade.

Era o campo da Quinta Pequena.
Primitivo espaço utilizado como campo de futebol, e que servia às feiras mensais e ao mercado anual de Agosto.

Vedado com cordas, e vigiado pela polícia, "servia" de estádio, antes da construção do Condessa de Avillez (1931), que foi o primeiro recinto de futebol da cidade.

(ver Ala Esquerda de 28 Janeiro, 4 Fevereiro, 25 Março, 1 Abril e 15 Abril 1926.
ver também 29 Janeiro, 26 Fevereiro, e 1 Outubro 1931)