Futebol Saudade

Desde que, há mais de 100 anos, se fez o primeiro campeonato de futebol em Portugal, que a "passerelle", que é a vida desportiva, viu desfilar milhares de clubes.
Uns ainda hoje existem, pujantes e vigorosos até, outros, embora perdendo protagonismo, ainda resistem. Mas muitos ficaram pelo caminho.
Passaram ao futsal, deixaram o desporto, ou fecharam mesmo as portas. É dos que partiram (e não só), que aqui vamos tentar deixar a memória.




terça-feira, 28 de abril de 2009

Évora antes da AF

Federação Eborense de Sports

1922 trás-nos notícias da Federação, presidida então por João Ramalhete Serra. Vai organizar provas de futebol, e publica o calendário. Concorrem em primeiras:

Associação Desportiva Eborense (nova designação do Ateneu)

Juventude Sport Clube

Lusitano Futebol Clube

Sport União Casa Pia, que haveria de desistir no último jogo.

Começa o torneio a 8 de Janeiro, e jogam:

AD Eborense – SU Casa Pia 2-1; 0-0 na segunda volta

Lusitano FC – Juventude SC 3-2; 2-2

Juventude – Associação 1-1; 1-0

Lusitano – Casa Pia 1-0; 1-1

Associação – Lusitano 3-1; 0-5

Casa Pia – Juventude 2-5; desiste o Casa Pia.

A desistência do Casa Pia origina uma final entre o Lusitano e o Juventude, em 7 de Maio, com vitória do Lusitano por 3-2, após prolongamento do jogo, terminado com 2-2. O Lusitano vence, mas o Juventude decide queixar-se à Federação. Seria o princípio do fim da Federação Eborense.

Entretanto, surge a jogar, em Évora, o Estrela Sport Clube, de Vendas Novas.

O Lusitano Futebol Clube tinha sede no número 11da Travessa da Bola, e foi aqui que se realizou uma assembleia-geral da Federação Eborense de Sports, na tentativa de encontrar soluções para a demissão da Mesa e Direcção, mas esta acaba pela publicação de comunicado, onde se perspectiva a dissolução.

(Notícias de Évora de 19 de Outubro de 1922)

Sem comentários: