Futebol Saudade

Desde que, há mais de 100 anos, se fez o primeiro campeonato de futebol em Portugal, que a "passerelle", que é a vida desportiva, viu desfilar milhares de clubes.
Uns ainda hoje existem, pujantes e vigorosos até, outros, embora perdendo protagonismo, ainda resistem. Mas muitos ficaram pelo caminho.
Passaram ao futsal, deixaram o desporto, ou fecharam mesmo as portas. É dos que partiram (e não só), que aqui vamos tentar deixar a memória.




quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Clube Académico do Paço

Era no lugar de Paço, freguesia do Botão, pertencente ao concelho de Coimbra, que se situava este clube. A sua fundação data do dia 4 de Setembro de 1974 e o seu primeiro momento de glória surge três épocas depois, quando foi campeão da 2ª Divisão Distrital da A.F. Coimbra, na época 1977/78.
Lentamente foi subindo degraus até alcançar a IIIª Divisão Nacional, o que sucedeu em quatro épocas. A primeira participação aconteceu na época de 1988/89, na Série C, mas seria efémera pois desceria nessa mesma época de novo aos distritais. Só anos mais tarde voltaria aos nacionais, mais propriamente na época 1993/94 (Série C), mas com o penúltimo lugar alcançado voltaria a descer. O título de campeão da Divisão de Honra do distrital da A.F. Coimbra alcançado na época seguinte (1994/95), conduziu-o de novo a mais duas épocas na IIIª Divisão (1995/96 - Série D; 1996/97 - Série C).
Essa foi a sua última aparição a nível nacional pois, desde essa altura, nunca mais deixou os distritais, até ao dia da sua extinção, que ocorreu em 2005. Erros de gestão e duas queixas-crime contra o seu presidente à altura, levaram a este triste desfecho.
Pelo meio, destaque ainda para 6 participações na Taça de Portugal, sendo a de maior destaque a da época de 1995/96, onde consegue chegar à 3ª eliminatória. Cai então perante o histórico Vitória de Setúbal, da Liga de Honra (derrota por 0-5, no Paço).
O seu recinto desportivo era o Campo do Murtal, hoje em dia um terreno baldio dotado ao esquecimento. A cor que escolheu como sua e que luzia no seu equipamento era o negro.

1 comentário:

Tino disse...

A derrota com o V.Setúbal, foi no relvado do GDM, na Mealhada.